domingo, junho 25, 2017
Home > Boletim > Crítica Semanal da Economia

Crítica Semanal da Economia

… “Submeter a nação a uma inaudita violência de reformas liberalizantes, de assassinato a sangue frio de enormes contingentes da população trabalhadora e das riquezas nacionais, ofertadas aos “investidores externos” (e internos, em plano subordinado como sempre) é a única carta política disponível para esses cucarachas jogar e conservar por mais algum tempo o que ainda lhes resta de governabilidade. Quer dizer, de poder estatal da repressão, da ordem, da segurança e da administração cada vez mais difícil da luta de classes interna”.
“Jogar essa única carta política de aprofundamento ainda mais radical da histórica submissão ao imperialismo, em busca unicamente da governabilidade irreversivelmente perdida, não é só um suicídio econômico da nação do capital, mas principalmente um suicídio político da correspondente classe burguesa e seu Estado de dominação. Essa sinistra arquitetura da destruição que ora se desenrola com muito mais intensidade que em priscas eras deve necessariamente exasperar a temperaturas incandescentes a luta de classes na maior economia da América Latina. Deve necessariamente abrir a possibilidade de revolução deste mundo material historicamente apodrecido pela ação única e exclusiva dessas inúteis e improdutivas classes dominantes que ainda insistem em governar e, portanto, continuar a decidir na marra o que, como e para quem os trabalhadores devem produzir.” …

Para ler o texto completo (5 páginas) pedimos tua colaboração.
Como muitos outros camaradas que colaboram para a continuidade do nosso trabalho pedimos para você também a assinatura do boletim e recebê-lo semanalmente e diretamente em teu email (texto completo em PDF).
Ou acessá-lo diretamente no site.

As demais matérias postadas neste site permanecem abertas para a visitação pública, mesmo para os não apoiadores/assinantes.

Para aqueles que não podem fazer essa colaboração por grave incapacidade financeira (desemprego, etc.) favor informar. Será incluído normalmente na lista de apoiadores/assinantes regulares. O importante é que continues lendo o boletim.

Para facilitar: quem não deseja fazer assinatura por cartão de crédito, via Paypal, diretamente no site, clicando no botão abaixo de assinatura, pode fazer por depósito/transferência bancária à seguinte conta:
Banco do Brasil
Agência 1053-7
Conta Corrente 25214-X
CPF 044815443-92 (Raimundo A Neto)
Valor: R$180,00 (assinatura individual anual); Sindicato (R$800,00)

Favor informar data do depósito, teu nome e email para remessa.

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Favor realize sua assinatura ou realize o login. Login

texto-meio

Comments are closed.